O homem sem rosto

José Mestre (nascido em 26 de fevereiro de 1956 em Lisboa, Portugal) é o homem conhecido como "o homem sem rosto".

Isto porque José tinha um tumor de hemangioma de 40 cm e 5 kg no rosto deixando de se ver a sua cara.
O tumor começou a se formar nos lábios quando tinha 14 anos. Mestre não havia recebido tratamento para o tumor devido a "anos de desinformação médica, diagnósticos errados, falta de finanças e relutância em sofrer do tratamento devido a crenças religiosas pois José sendo Testemunha de Jeová, mostrava reservas em fazer uma cirurgia".

José Mestre fez parte de um documentário intitulado "The Man with No Face", parte da série de televisão My Shocking Story, exibido no Discovery Channel em 6 de dezembro de 2007.

Em 2010 José encontrou uma solução médica que não existia em Portugal, foi nos
 Estados Unidos da América no Hospital St. Joseph, em Chicago, que ele realizou quatro cirurgias para remoção do tumor.

Após 3 meses de tratamentos, o tumor com risco de vida foi completamente removido pelo Dr. McKay McKinnon durante o primeiro procedimento, depois foram necessárias mais três operações necessárias para reconstruir seu rosto. Depois de mais de 30 anos sem ver seu rosto José pode ver seu rosto novamente, mesmo que ainda esteja cego de um dos olhos. Agora um homem de "cara nova" vive em Sintra com a irmã e viaja todos os dias de trem para o Rossio na baixa de Lisboa, onde é presença habitual junto ao famoso Café Nicola.

José continua sendo acompanhado por médicos do Hospital Amadora/Sintra.

Outros casos de hemangioma ocorrem um pouco por todo omundo.
 

Pessoas que morreram tentando bater recordes - Javad Palizbanian

Javad Palizbanian morreu...
tentando quebrar o recorde para o maior salto em uma motocicleta

Um dos mais famosos saltos de longa distância em uma motocicleta foi Evel Knievel, saltando mais de 14 ônibus em 1975 por uma distância de 133 pés (40 m). Ele estabeleceu o recorde para a maior distância saltada em uma motocicleta e também sobre ônibus.

Porém em 1999, Bubba Blackwell quebrou recorde saltando 15 ônibus.

Foi então que um temerário iraniano de 44 anos, Javad Palizbanian, tentou quebrar o recorde pulando mais de 22 ônibus estacionados ao lado do outro. A distância teria sido cerca de 209 pés (63 m). Ao ser transmitido em televisão ao vivo no estádio Azadi Sports em Teerã, em 28 de agosto de 2005, Palizbanian disse: "Eu vou fazer algo para o meu país se orgulhar." Ele então que ele acabou por colidir no ônibus 13, que matou-o instantaneamente.